Total de visualizações de página

sábado, 27 de maio de 2017

Dias de Outono


Outono - minha rua - Caxias do Sul 

Outono é uma das estações mais bonitas. Folhas coloridas: amarelas, alaranjadas, roxas, vermelhas, cinzas...



E o outono tem as mesmas características em quase todos os lugares deste nosso lindo planeta.
Outono em Madri


Outono em Barcelona

Outono - Madri

Outono 

Outono - Paris -  Av. Champs Elysée


Outono - Rio Sena - Paris


Margens Rio Sena - Paris

Outono - Madri 
As paisagens que se descortinam dia a dia nos convidam, forçosamente, a uma reflexão. Sobre a vida, sobre nossos dias, sobre nossas experiências, sobre nosso futuro.
É tempo de reflexão e introspecção. 


domingo, 16 de abril de 2017

Conhecendo o Forte de Santa Teresa - Uruguay

Parte da vista externa - Forte de Santa Teresa - Uruguay

O Forte de Santa Teresa, no Uruguay, está localizado bem próximo da cidade balneária de Punta del Diablo. Logo que se avista, chama atenção pela beleza rústica e imponente. 

Parte interna - Forte de Santa Teresa - Uruguay 


Suas construções são sólidas, bonitas e  bem cuidadas. Acha-se localizado no Parque Nacional de Santa Teresa, área de preservação natural com 3.000 ha e que conta mais de dois milhões de árvores.



Antiga muralha - Forte de Santa Teresa
A construção do Forte de Santa Teresa foi iniciada em 1762, como uma fortificação de campanha, pelos portugueses com vistas a deter o avanço do poderio espanhol. Entretanto, em meados de 1763 foi tomado pelos espanhóis, que ali se estabeleceram, ampliando e restruturando o Forte, em razão de sua estratégica localização. 
Parte do Forte de Santa Teresa - Uruguay
No decorrer de sua história, o Forte de Santa Teresa esteve nas mãos não só de Portugal e Espanha, como também do Brasil.

Com a independência do vizinho país, como a República Oriental del Uruguay, em 1828, o Forte ficou definitivamente inserido no território uruguaio.

É possível conhecer e sentir o que era viver num Forte, em tempos antigos, com a estrutura proporcionada por aquela época, onde era necessário manter a paz e ao mesmo tempo, impedir eventuais invasões que desrespeitassem os Tratados estabelecidos.
Forte de Santa Teresa - Uruguay
Do alto das muralhas, em dias claros, é possível visualizar o azul do Oceano Atlântico, que banha parte do vizinho país, além de uma vista deslumbrante do Parque, em todas as direções.  

Conhecer o Forte, é uma verdadeira viagem no tempo.

Ali há uma capela, conservada nos menores detalhes.

Capela - Forte de Santa Teresa 


Interior da Capela 
Há os dormitórios. A enfermaria.

Forte de Santa Teresa - Uruguay

Forte de Santa Teresa - Uruguay
A cozinha.
Cozinha - Forte de Santa Teresa

A sala de reuniões.

Sala de reuniões - Forte de Santa Teresa
As muitas chaves para os vários recintos do Forte.
As chaves do Forte de Santa Teresa

Canhões utilizados na defesa do Forte de Santa Teresa.
Canhões - Forte de Santa Teresa
A visita ao Forte de Santa Teresa é uma viagem não só no tempo, como também cultural. É um verdadeiro museu.

Ali estão expostas em maquetes, não só a estrutura do Forte de Santa Teresa como de outros Fortes do Uruguai.
Sala onde se encontram as maquetes de vários Fortes do Uruguai

Escudo da Fortaleza de Santa Teresa

Atualmente, o Forte é mantido pelo governo e cuidado pelo exército uruguaio, preservando o local bem como a área onde ele se situa. É uma parte importante da história que merece ser preservada.

Bandeira do Uruguai - Forte de Santa Teresa 
Vale a pena conhecer o Forte de Santa Teresa. É conhecer uma parte da história que envolveu países como Portugal, Espanha, Inglaterra e Brasil.

O local está aberto a visitação pública, sendo que pessoas maiores de 60 anos, não pagam. O valor de ingresso ao local é mínimo, quase simbólico.

No Parque Nacional de Santa Teresa há áreas de camping, com boa infraestrutura, além de cabanas. Há bem próximo dali, praias como a conhecida Punta del Diablo, com hostels, cabanas, mercados, farmácias, lojas, restaurantes, etc. 


Onde: Forte de Santa Teresa, Rocha, Uruguay
Distâncias
De Forte de Santa Teresa a Punta del Diablo - 8 Km
De Forte de Santa Teresa ao Chuy - 42 Km
De Forte de Santa Teresa a Montevideo -  290 Km
De Forte de Santa Teresa a Porto Alegre - 550 Km








domingo, 26 de março de 2017

Doce de Abóbora em calda

Entre as muitas razões de viver, está também o prazer de comer. Boas receitas, belos pratos, ingredientes que despertam nossos sentidos e são capazes de trazer recordações.

Aqui no sul do Brasil não há quem não conheça o doce de abóbora em calda. E este doce traz recordações da infância, pois quase todos tiveram o doce de abóbora em calda à mesa, especialmente aos domingos.

Doce de Abóbora em calda

Sua origem dizem que é incerta, mas os gaúchos afirmam que este doce nasceu aqui no Rio Grande do Sul.

Gaúcha ou não, esta é uma receita simples, rápida e extremamente deliciosa. 

Ingredientes:
1 Kg de abóbora de pescoço
1 Kg de açúcar cristal
2 litros de água (para a calda)
Canela em pau 
Cravos da Índia (6/8 cravos)

Cinzas de fogão a lenha (01 punhado)
Água suficiente para cobrir a abóbora

Deixe a abóbora (já cortada em pedaços pequenos) de molho em um recipiente com água suficiente para cobri-la), colocando as cinzas por cima. Deixe neste molho de 2 a 4 horas.

Após este tempo, lave os pedaços de abóbora em água limpa, retirando completamente as cinzas.

Numa panela, coloque a água para a calda e a abóbora. Adicione o açúcar e a canela em pau e deixe cozinhar em fogo médio ou baixo.Quando começar a ferver acrescente o cravo da Índia.   
Aos poucos a calda começa a engrossar.

O cozimento leva em torno de 2 horas.
Estará pronto quando a calda estiver levemente encorpada, e a abóbora durinha por fora e macia por dentro.

A abóbora fica brilhante, com uma cor bonita e com uma 'casquinha' firme, além do suave sabor da canela e do cravo.


É uma delicia!

terça-feira, 21 de março de 2017

Inspire-se decorando com materiais usados

Gosto muito de decoração, de criar arranjos para decorar este ou aquele cantinho da minha casa, seja dentro ou fora. Outro dia, alguém até comentou que a minha casa 'é cheia de frufru'. 

Pois bem. No dicionário informal, frufru (de origem francesa frou frou) significa muitos detalhes, enfeites... 

Sou obrigada a reconhecer que sim, minha casa tem muitos detalhes de decoração: quadros, pratos, pequenas lembranças de lugares... enfim, quase está faltando parede(!).

Porém, nem sempre há necessidade de comprar objetos e sim podemos criar, deixar nossa criatividade fluir. 

Gosto demais de garimpar madeiras (em restos de obras), e outros pequenos objetos que utilizo para criar um detalhe atraente.

Adiante, compartilho algumas 'obras':

Um pedaço de madeira, três pequenos espelhos e um vaso de cerâmica. Uma pátina leve na madeira e está pronto um bonito detalhe para o muro.

Aqui um pedaço de madeira, dois 'nós' ou amarrações em ferro e pequenas flores pintadas para dar um toque especial. Resultado: um belo arranjo para a parede.

Madeira com pequenos espelhos servindo de suporte para colocação de uma lanterna marroquina, ou quem sabe um vaso. 

Aqui a madeira serve para criar um cabide. Mais uma vez, pequenos espelhos servem para realçar a peça. 

Uma pequena prateleira, rústica, serve para colocar livros e uma lanterna, criando um lindo detalhe na parede.

E uma sobra de madeira de construção recebeu uma placa de metal (resto de ferramenta de obra) enfeitando um recanto do jardim, ou melhor, 'du le jardin'. 

Um pedaço de madeira se transformou num belo cabide, enfeitado por pequenas e coloridas flores. Um charme, com certeza.

Madeira colorida ganhou um vaso de cerâmica, se transformando num bonito enfeite no muro sem graça. 
Criar estas pequenas peças, é muito gratificante. Além é claro, de decorar de maneira muito barata.

Se gostou das pequenas 'obras', copie, compartilhe, deixe seu comentário.  

segunda-feira, 20 de fevereiro de 2017

La Paloma - Uruguay

Você conhece ou já ouviu falar de La Paloma, no Uruguay?

Pois é. Eu já havia ouvido falar muito, (e sempre muito bem) mas não conhecia o lugar.

Em janeiro, tive o enorme prazer de visitar esta cidade às margens do Oceano Atlântico, no Uruguay. Foi, sem qualquer dúvida, uma grata surpresa. E as imagens comprovam a beleza do lugar.

Uma das primeiras imagens que cativam o turista é o imponente farol - Faro del Cabo de Santa Maria, construído em 1874. Bem cuidado; de dia, encanta pela beleza e à noite, seu sinal luminoso girando em todas as direções, desperta um quê de mistério e nostalgia.
Faro del Cabo de Santa Maria - La Paloma - Uruguay 
Na história do belo Farol, há o trágico acontecimento de haver ruído, durante sua construção, ocasião na qual pereceram 15 operários. Esta parte da antiga construção está ali, mantida a poucos metros do atual Farol.

A placa relembra a tragédia no Farol

Ruínas do antigo Farol
La Paloma alia beleza e história.

Vista parcial de La Paloma - Uruguay
La Paloma é uma cidade bem cuidada, limpa, organizada. Sua arquitetura, em boa parte das construções, mostra ares do inglês rural (cottage) com casas de telhado em capim santa fé, e jardins que se mostram simples e belos, utilizando especialmente o colorido bonito das hortênsias em rosa.
Construções com telhado em capim santa fé, com características do inglês rural
Belas construções lembrando o estilo rural inglês

A cidade é bastante movimentada, com intenso e variado comércio, hotéis, hostels, campings, restaurantes, imobiliárias, etc., que disputam a avenida principal (av. Solari) e imediações. 

La Paloma tem muitos restaurantes, com preços bem acessíveis. Um bom lugar é o La Ballena, na avenida principal, lugar agradável, bom serviço e ótimas opções. 

Por sua vez, a praia é de uma beleza rústica, encantadora. Pedras, areia e mar que se revezam na beleza.

La Paloma - Uruguay
Há praias de águas calmas e outras de águas mais revoltas, com ondas próprias para os apreciadores de surf.
La Paloma - Uruguay
Bahia Chica - La Paloma - Uruguay



Um belo passeio é conhecer o porto de La Paloma, observando o movimento das saídas e chegadas dos barcos pesqueiros. 
Porto de La Paloma - Uruguay

Porto de La Paloma - Uruguay

Ou quem sabe, ir aos molhes e tentar pegar um peixe. 

Molhes - La Paloma - Uruguay
Em período de alta temporada, é conveniente agendar a hospedagem com antecedência, pois La Paloma 'lota', como se diz. Para quem procura um hotel com boa infraestrutura, bom serviço, preço acessível e com a praia na frente, a indicação é o La Tuna, situado na Bahia Chica. O hotel oferece bons quartos, alguns com sacada e frente para a praia, bom chuveiro, wi-fi, ótimo café da manhã. Está a cerca de três quadras da avenida principal e é atendido pelo proprietário.

Já para quem gosta de acampar ou busca cabanas junto a muito verde, há várias opções em La Paloma.
Camping com cabanas - La Paloma
La Paloma é ótima sugestão de viagem. Vale a pena conhecer. 

Onde fica: La Paloma - Rocha - Uruguay
Distâncias:La Paloma - Montevideo: 223 Km
La Paloma - Chui/BR: 142 Km 
La Paloma - Porto Alegre/BR: 655 Km 
Boa indicação de Hotel:La Tuna
Boa indicação de Restaurante: La Ballena





domingo, 29 de janeiro de 2017

Punta del Diablo - Uruguay

Já ouviu falar de Punta del Diablo? O nome já desperta certa curiosidade: que é, onde fica, como é... e por aí vão as perguntas.

Apesar de conhecer quase todo o Uruguai, onde estive por muitas vezes, não conhecia Punta del Diablo.

E a beleza do lugar surpreende: rústico, natural, campestre, onde a beleza simples da natureza se faz presente por toda parte. 
A beleza rústica de Punta del Diablo
As águas do Oceano Atlântico batem nas rochas em grande parte da praia, conferindo uma beleza ímpar ao local. 
Praia movimentada - Punta del Diablo
Pessoas e barcos se misturam em boa harmonia. 

As ruelas que conduzem ao mar são repletas de lojinhas, restaurantes, banquinhas de artesanato e outras quinquilharias (ótimas para adquirir 'recuerdos').

Punta del Diablo - Uruguay
Punta del Diablo é uma praia pequena, simples, sem badalação, onde turistas e pescadores convivem harmoniosamente. 

Beleza das águas - Punta del Diablo - Uruguay
Apesar de pequena, Punta del Diablo é bastante concorrida por turistas de todo lugar, especialmente do Brasil e Argentina. 

Possui inúmeros locais de hospedagem como cabanas, campings e hostels; porém, em períodos de alta temporada e feriados prolongados (especialmente, final de ano e carnaval), é bom fazer reserva antecipada, para evitar dissabores (como pagar caríssimo, (e em dólares) por hospedagem que não oferece quase nada). 

Estando em Punta del Diablo, dá para aproveitar e conhecer outros lugares ali bem próximos, como Águas Dulces, Cabo Polônio, e quem sabe, a bonita La Paloma. 

A propósito, uma ótima dica de passeio também é visitar a Fortaleza de Santa Teresa, que está a cerca de 08 Km de Punta del Diablo. O Forte está localizado no Parque Nacional de Santa Teresa sendo administrado/cuidado pelo exército uruguaio que o mantém em perfeitas condições. Ao ingressar no Forte se tem a impressão de voltar no tempo. Todas as construções e instalações perfeitamente preservadas. Além de muito bonito, é uma aula de história.  

Onde fica: Punta del Diablo - Uruguay - praia mais distante de Montevideo e mais próxima do Brasil, com entrada pela cidade de Chui(Brasil)que faz fronteira com a cidade de Chuy(Uruguay).

Distâncias:
de Porto Alegre a Punta del Diablo: 564 Km
de Montevideo a Punta del Diablo: 295 Km
de Chui/Chuy a Punta del Diablo:43 Km
de Punta del Diablo ao Forte de Santa Teresa: 08 Km
de Punta del Diablo a La Paloma: 106 km

Visitar Punta del Diablo é um passeio bonito, imperdível! Aproveite.