Total de visualizações de página

domingo, 31 de julho de 2016

Barcelona e o Parque Güell de Gaudi

Parque Güell

Comentei em post anterior - Barcelona e a grandiosidade dos sonhos de Gaudi - sobre a beleza de Barcelona, na Espanha.

Certamente, não há como falar de Barcelona sem falar de Antonio Gaudi, e vice-versa.

A obra de Gaudi deu nova feição à Barcelona; tornou-a única em seus traçados, em seus projetos arquitetônicos, que somados à beleza natural, e à diversidade de seu idioma (catalão) são os principais diferenciais.

Dentre algumas obras deste arquiteto catalão - Antonio Gaudi - merece destaque o conhecido Parque Güell. 

De qualquer ângulo que seja contemplado, este projeto surpreende: pela beleza, pelas linhas ora sinuosas, ora que parecem desafiar a gravidade e a física, ora que parecem brincar com nossa imaginação...


O Parque Güell está localizado numa área de cerca de 17 hectares, sendo projetado, inicialmente, para ser um condomínio residencial. Foi encomendado a Gaudi pelo industrial Eusebi Güell, e construído nos anos de 1900 a 1914.

A arquitetura no local é repleta de cores vibrantes, com muito azul, verde, amarelo, tons terrosos, em trabalhos minuciosos, com muitas curvas, que formam os chamados bancos ondulantes. 

Figuras de salamandras e outros répteis em pedras e cerâmica  multicoloridas são destaques no Parque, e simbolizam a própria Barcelona.



O local está cercado por uma natureza deslumbrante.  


Do alto do Parque Güell há uma vista belíssima, visualizando-se o mar Mediterrâneo, que banha Barcelona. 


O Parque Güell é isso: uma arquitetura nada convencional, cheia de criatividade e magia. Uma mistura de cores e de materiais, aliada aos traçados, com colunas inclinadas, que trazem  beleza e encanto ao local.


As colunas inclinadas surpreendem e despertam grande curiosidade.

O Parque Güell, projetado como condomínio habitacional, não teve êxito, sem que se saiba exatamente a causa. 

Entretanto, como destaque arquitetônico mundial, é inegável sua importância e beleza, para onde acorrem turistas, diariamente, que se deslumbram com o inusitado da obra. 
  
Escadaria da entrada
Em 1984, o Parque Güell se tornou Patrimônio Mundial da Humanidade, pela UNESCO.



Barcelona é surpreendente: diferente, bonita, moderna, peculiar. Inesquecível.

A obra de Antonio Gaudi foi capaz de dar à Barcelona essa beleza específica, cativante, que parece brincar com nossa imaginação. E isso é visto plenamente ao visitar o Parque Güell.

Onde: Barcelona - Espanha
Barcelona está a cerca de 623 km da capital, Madri.
Ou seja, um pouco mais de 6 horas de viagem, de carro.
Dica: Vá de trem de alta velocidade (AVE) com viagem de 2h50 ou 3h - (pode verificar horários/preços) no banner da Raileurope, aqui no blog. Viagem rápida, segura e confortável.

Outra dica: pesquise e reserve a hospedagem através do banner do Booking, também aqui no blog.

2 comentários:

  1. ótimo post!!adorei as dicas e saber mais sobre esse parque espetacular!!

    ResponderExcluir